Eventos gratuitos em São Paulo para driblar a crise: 15 a 21.10

Depois de um feriado festivo, mesmo em tempos sombrios, seguimos a semana com uma agenda bem agitada para essa semana. Privilegio a programação cultural, por acreditar na importância da cultura para o avanço de qualquer país, especialmente em um momento em que instituições como Sesc sofrem riscos de uma intervenção governamental. E quem perde nessa, meus amigos, somos nós.

Festas e shows

Tem Puro Sulco na quinta-feira, no Mandíbula. Festinha dançante de muito bom gosto.

O A-MIG é uma plataforma nômade que transmite mixtapes e experimentos sonoros de artistas emergentes brasileiros e estrangeiros. Participam da 2ª edição: GMO, Flores Feias e Rafa Eletronics.
A-MIG. Segunda-feira (15.10), das 19 às 23h. Gratuito. 
Plana. Rua Fradique Coutinho, 1139, Pinheiros.

O “síntese coletiva”, coletivo focado em sintese audiovisual, faz performances guitarristicas e/ou barulhentas, instrumentos desafinados, pedais velhos, cabo zuado e distorção. Resumo: noite de barulhos.
Síntese Coletiva. Quinta-feira (18.10), das 18 às 22h. Gratuito.
Casa da Luz. Rua Mauá, 512, Luz.

Noite regada a Marvin Gaye com o DJ Tamenpi.
DJ Tamenpi toca Marvin Gaye. Quinta-feira (18.10), das 18 às 23h. Gratuito.
House of All. Rua Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 47, Pinheiros.

Um pocket show marca o lançamento da segunda edição do livro Dona Ivone Lara: a Primeira-dama do Samba, de Lucas Nobile. O autor, Fabiana Cozza, Alessandro Penezzi e Tiganá Santana participam de um debate sobre a trajetória da cantora e compositora.
Homenagem Dona Ivone Lara. Quinta-feira (18.10), às 20h. Duração 90 minutos.
Itaú Cultural. Av. Paulista, 149. 

Show de hip-hop com música eletrônica com a dupla Craca e Dani Negra, que apresentam o último álbum “O Desmanche”.
Craca & Dani Negra. Quinta-feira (18.10), às 20h. Gratuito
Vão do Masp. Av. Paulista, 1578.

Festa para meninas. No som synthpop, pop, electro. E no sábado será o dia de sons étnicos e das cores que tomam conta da casinha.
Lésbica Futurista. Sexta-feira (19.10), das 20 às 23h59. Gratuito.
Venga Venga. Sábado (20.10), das 20 à 0h. Gratuito

MECA. Rua Artur de Azevedo, 499, Pinheiros.

Gê de Lima, cantor que tem despontado na nova música popular brasileira, faz a aniversário e brinda o público com um show ao vivo. Depois a festa segue com playlist e a pista de dança aberta.
Gê de Lima – A Voz e o Tambor. Sexta-feira (19.10), a partir das 21h. Gratuito ou colaboração espontânea.
Aparelha Luiza. Rua Apa, 78, Campos Elíseos.

Danilo, Guto e Palugan vão encher a pista de punk ao funk, do rock à disco.
Puro Sulco. Sexta-feira (19.10), das 18 à 1h (entrada até 0h). Gratuito. 
Mandíbula. Praça Dom José Gaspar, 106, 2º piso.

Show da Mahmundi para abrir o projeto Fashion & Music.
Show Mahmundi. Sábado (20.10), às 16h. Gratuito.
Iguatemi São Paulo – no Espaço Fashion I (em frente à Pati Piva) e na Arena da Livraria Cultura
Av. Brigadeiro Faria Lima, 2232 – Jardim Paulistano – São Paulo/SP

Estreia da primeira orquestra de beatmakers do mundo. O encontro conta com participações especiais das cantoras Anelis Assumpção e Tulipa Ruiz.
Beat Brasilis. Sábado (20.10), das 17 às 21h. Gratuito.
Praça das Artes. Av. São João, 281. Centro.

Domingo tem grito de carnaval com a festa Pilantragi numa programação bem especial, na Casa das Caldeiras. Pode separar a fantasia pra entrar no clima.
Grito de Carnaval 2019 com Pilantrangi. Domingo (21.10), das 15 às 23h. Gratuito mediante doação de 1kg de alimentos ou produto de higiene pessoal. 
Casa das Caldeiras. Av. Francisco Matarazzo, 2.000, Água Branca.

Dan Tepfer apresenta o “Concerto Acoustic Informatic”. Ao integrar algoritmos matemáticos computadorizados a um piano acústico, o artista faz com que as ondas geradas pela música que está sendo tocada sejam convertidas em gráficos projetados em tempo real.
Concerto Acoustic Informatic. Domingo (21.10), às 18h. Gratuito.
Galeria Olido – Sala Olido. Av. São João, 473, Centro.

Exposição

Cândido Portinari na exposição História Afro-Atlânticas

Última chance de ver Histórias Afro-Atlânticas, exposição com a escravidão como tema. São 450 trabalhos de 214 artistas, do século 16 ao 21, em torno dos “fluxos e refluxos” entre a África, as Américas, o Caribe, e também a Europa, para usar a famosa expressão do etnólogo, fotógrafo e babalaô franco-baiano Pierre Verger. A exposição tem também um desdobramento no Tomie Ohtake, onde nos dias 20 e 21 o Balé da Cidade de São Paulo se apresenta respondendo à exposição Histórias Afro-atlânticas, às 18h.
Histórias Afro-Atlânticas. Até 21 de outubro
MASP. Av. Paulista, 1578. Terça 10 às 20h; quarta a domingo, das 10 às 18h. Entrada gratuita às terças e quartas-feiras no MASP.
Instituto Tomie Ohtake. Terça a domingo, das 11 às 20h. Entrada gratuita.

Inauguração da Galeria Reocupa no saguão da Ocupação 9 de Julho. Para a mostra inaugural Nelson Felix preparou ‘Esquizofrenia da Forma e do Êxtase’, um conjunto de esculturas e desenhos específicos para o local.
Inauguração Galeria Reocupa. Terça-feira (16.10), às 19h.
Cozinha Ocupação 9 de Julho. Rua Álvaro de Carvalho, 427, Centro.

Contar a história de uma vida a partir dos objetos acumulados ao longo dos anos é o mote da exposição AS COISAS, primeira individual do artista Daniel Jablonski. São mais de 3000 itens, desde roupas velhas a fotocópias de textos de faculdade, passando por objetos de cozinha, livros, catálogos, até fotografias de família e contas, recibos e boletos. Na abertura rola visita guiada com o artista.
As Coisas, de Daniel Jablonski. Quarta-feira (17.10), das 19 às 22h. Gratuito.
Janaína Torres Galeria. Rua Joaquim Antunes, 177, Sala 11. Pinheiros.

Na coletiva “Sobe o sol ou a noite desce?” nove artistas se utilizam da pintura como recurso para materializar questões que lhe são urgentes. O pensamento pictórico não se limita aos materiais artísticos tradicionais e se espalha em objetos, através do vídeo e outros suportes pouco usuais. Artistas: Artistas: Ana Rey, Daniel Bennett, Fernando Moleta, Fernando Soares, Guilherme Tavares, Luciana Mattioli, Santacosta, Rosa Barreiros, Sueli Espicalquis.
Sobe o Sol ou a Noite Desce?. Quinta-feira (18.10), das 18 às 22h. 
VÃO. Rua Mourato Coelho, 787, Vila Madalena.

Nublar Por Dentro, de Thiago Boemeke, surgiu da imersão do artista no exílio da individualidade e nos diferentes silêncios do recolhimento. A exposição contará com desenhos, pinturas e com a presença do próprio artista, que terá seu ateliê montado no espaço expositivo durante os 9 dias da mostra.
Abertura “Nublar Por Dentro”. Quinta-feira (18.10), das 19 às 22h. Gratuito. 
BREU. Rua Barra Funda, 444 – Metrô Marechal Deodoro

Cinema, teatro e dança

Primeiro longa-metragem do diretor islandês Gudmundur Arnar Gudmundsson, Heartstone (2016) se passa em uma remota vila de pescadores da Islândia, onde dois adolescentes vivem turbulentas experiências no verão. Amigos, Thor e Christian passam por uma temporada de descobertas amorosas: enquanto um deles tenta ganhar o coração de uma garota, o outro descobre novos sentimentos pelo melhor amigo. O filme fez parte da Mostra Internacional de Cinema 2017.
Heartstone. Terça-feira (16.10), às 19h. Gratuito. Censura 14 anos – duração 129 minutos
Itaú Cultural – Térreo. Av. Paulista, 149, Paraíso. 

Dois endereços históricos e 6 horas de intervenções artísticas. No primeiro,  um grupo de maracatu fará uma camuflagem do público participante com o espaço por meio de pinturas corporais. No segundo, rola vídeo mapping, apresentações sonoras conectando djs e músicos de cultura popular, que, ao vivo farão performances inéditas.
EFÊMERESP. Quinta-feira (18.10), das 15h50 às 22h. Gratuito. 
Beco do Pinto, Centro (ao lado do Pátio do Colégio).
Ladeira da Memória, República.

Espetáculo da Pulsar Cia. de Dança (Rio de Janeiro), onde oito bailarinos, entre os quais um é cadeirante, apresentam um trabalho que inclui movimentos aéreos e possibilita ao público e aos próprios intérpretes vivenciar a relação com o peso e a suspensão.
Por Trás da Cor dos Olhos- Na Imanência do Movente – Pulsar Cia. de Dança. Sábado (20.10), às 19h30, e domingo (21.10), às 17h30. Gratuito com retirada de ingressos 1h antes do espetáculo.
Sesc Belenzinho. Rua Padre Adelino, 1000.

Workshops, palestras e debates

O Red Bull Station faz 5 anos apresentando 50 horas de programação gratuita. Foto: Divulgação

O minicurso “Camus no século XXI” tem a proposta de examinar algumas potencialidades das ideias do escritor franco-argelino, Albert Camus (1913-1960), no contexto do século em curso. Mais especificamente, deseja-se avaliar de que modo o pensamento do autor pode nos ajudar a refletir sobre certas questões prementes de nosso tempo, tais como a ecológica e a política.
Minicurso “Camus no Século XXI”. Segunda-feira (15.10), 19 às 21h. Gratuito. 
Biblioteca Mário de Andrade. Rua da Consolação, 94, Centro.

Um bate-papo sobre a Geração Z (nascidos entre 1994 e 2010) com a WGSN.
MECATalks + WGSN: Os novos sentimentos da Geração Z. Terça-feira (16.10), das 19h30 às 21h.30. Gratuito.
MECA. Rua Artur de Azevedo, 499, Pinheiros.

A Red Bull Station está fazendo 5 anos e, como eles mesmos disseram, parece que foi ontem que abriram as portas do belo edifício que o abriga. Para celebrar vai rolar uma programação linda de 50 horas de atividades gratuitas com o propósito de de conectar, inspirar e transformar as pessoas. Tem de tudo um pouco, assim como costuma ser a agenda do espaço. Tem bate-papo, oficinas, Slam de Poesia, encontro com o Beat Brasilis e jam de danças urbanas.
Red Bull Station 5 anos. De 17 a 21 de outubro. Diversos horários – consulte a agenda completa aqui.
Red Bull Station. Praça da Bandeira, 137, Centro.

Devorando Oswald: Museus-casas literários e Oficina Cultural Oswald de Andrade realizam programação que celebra Manifesto Antropófago, escrito por Oswald de Andrade. As atividades rolam até dezembro incluindo curso de longa duração.
Palestra: A (re)visão de Oswald de Andrade por Haroldo de Campos. Terça (16.10), das 19 às 21h.
Bate-papo: A escrita experimental de Oswald de Andrade. Quinta (18.10), das 19 às 21h.
2º Sarau “Performance Mater”: Especial Oswald de Andrade. Sábado (20.10), das 19 às 21h. 
Casa das Rosas. Av. Paulista, 37, Paraíso.

Palestra: Antropofagia e Tradução. De 18 a 26/10, quintas e sextas-feiras, das 19 às 21h.
Casa Guilherme de Almeida. Rua Macapá, 187, Sumaré.

Bate-papo com Ai Weiwei (China) e Michelangelo Pistoletto (Itália) abordando arte social nas suas diversas ações históricas e práticas artísticas. Com a mediação de Marcello Dantas. Imperdível, mas chega cedo pra conseguir ingresso.
Bate-papo com Ai Weiwi e Michelangelo Pistoletto. Domingo (21.10), das 11 às 14. Gratuito, senhas retiradas 1h antes.
Sesc Pinheiros. Rua Paes Lemes, 195.

A KLM abriu uma pop-store na Rua Oscar Freire e convida a todos para utilizarem o espaço como co-working. Durante o período em que funcionará, o local receberá diversos bate-papos. Eu falo no dia 18 sobre a minha volta ao mundo em festivais de música. É só se inscrever e colar lá. No dia 20 o convidado é o chef Rodrigo de Oliveira que vai contar sobre a experiência de levar a cozinha nordestino para os voos da KLM.
KLM Pop-Store. Até 28 de outubro, segunda a quinta, das 12 às 20h; sexta a domingo, das 10 às 20h. Gratuito. Necessário se inscrever para as palestras.
Rua Oscar Freire, 702, Jardins.

O BrooklinFest é um evento multicultural com programação cultural gratuita com shows ao vivo de jazz, música clássica  até corais. Participam desta edição a Banda Silibrina, Orquestra Camerata, Darcos, entre outros. Na agenda tem também rodas de conversas, feira de livro, esportes, danças, exposições, comida, entre outros.
BrooklinFest. Dias 20 e 21 (sábado e domingo), das 10 às 22h. Gratuito.
Quadrilátero das Ruas Joaquim Nabuco, Barão do Triunfo, Princesa Isabel e Bernardino de Campos, Brooklin.

O festival “Compartilhando o pão” é composto por três oficinas que ensinam como produzir a massa de diferentes tipos de pão: “Focaccia enriquecida e nutritiva” (19/10); “Segredos e técnicas do pão ciabatta” (24/10), e “Pão caseiro tipo sírio: divertido de fazer e saboroso” (26/10).
Compartilhando o Pão. Dias 19, 24 e 26/10. Sexta, quarta e sexta-feira, das 19h30 às 21h30. Gratuito. 25 vagas.
Sesc Santana – Quiosque. Av. Luiz Dumont Villares, 579, Jardim São Paulo.

Palestra sobre o livro “A revolução dos bichos”, de George Orwell.
30º Café Literário. Domingo (21.10), das 15 às 17h. Gratuito.
Biblioteca Mário de Andrade. Rua da Consolação, 94, Centro.

Já compartilhamos, mas vale a pena repetir

Oficina de escrita tendo o hip-hop como ponto de partida.
Infinity Class e Oficina de Escrita. Dias 9, 16, 23 e 30 de outubro, das 17 às 20h. Gratuito.
Sesc Pinheiros – 3º andar. Rua Paes Lemes, 195, Pinheiros. 

Série de encontros sobre o pensamento preto radical no Brasil.
Pensamento Negro Brasileiro. Até 3.11, sempre aos sábados, das 17h30 às 19h30. Gratuito.
Sesc Pompeia. Rua Clélia, 93, Pompeia.

Exposição que discute a identidade através do rosto.
A Origem do Rosto, de Arthur Omar. Até 1.12. Segunda a sexta, das 11 às 21h30; sábados e feriados, das 10h30 às 18h30. Gratuito.
Sesc Consolação. Rua Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque.

Uma das maiores bienais de arte do mundo.
33ª Bienal de Artes de São Paulo. Até 9 de dezembro. Gratuito. 
Pavilhão da Bienal. Parque Ibirapuera.

44 anos de história do primeiro bloco afro do Brasil.
Ocupação Ilê Aiyê. Até a 6.1.2019. Terças-feiras a sextas-feiras, das 9h às 20h (permanência até as 20h30). Sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h. Gratuito.
Itaú Cultural. Av. Paulista, 149. Piso térreo

Instalação imersiva do duo japonês Nonotak.
Nonotak: Dimensão. Até 06.01.2019. Terça a sábado, das 10 às 22h; domingos e feriados, das 10 às 18h. Gratuito.
Japan House. Av. Paulista, 52, Piso Térreo.

Retrospectiva de 70 anos de produção gráfica do gênio Millôr.
Millôr: Obra Gráfica. Até 27 de janeiro 2019. De terça a domingo e feriados (exceto segunda), das 10h às 20h. Quinta, exceto feriados, das 10h às 22h. Gratuito.
Instituto Moreira Salles. Av. Paulista, 2424.

Exposição imersiva com realidade virtual visitando 10 bibliotecas no mundo, reais e imaginárias.
Biblioteca à Noite. Até 10.02.2019. Gratuito, mas necessário agendamento prévio disponível a partir de 2.10.
Sesc Av. Paulista. Av. Paulista, 119, Bela Vista – Arte 1 – 5º andar.

*Foto destaque: Ai Weiwei – divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *