Eventos gratuitos em São Paulo para driblar a crise

Sair de casa em tempos de crise e desemprego não é uma tarefa fácil. Não sabemos como estaremos amanhã, então se temos aquele trabalho garantido no momento, preferimos economizar pra garantir dias tensos que podem vir aí na frente. O que mais me fascina em São Paulo é a quantidade de eventos incríveis, muitos deles voltados à educação e conhecimento, gratuitos. A máxima “só fica em casa quem quer” não deixa de ser verdade. Claro que sair de casa implica em custos com transporte, alimentação e, muitas vezes, drinques. Mas se o cinto está apertado a gente dá um jeito: leva sanduíche ou fruta na bolsa, garrafa d’água e se vira com o bilhete único, bicicletas compartilhadas e o bom bate perna.

Pensando nisso, eu resolvi estrear semanalmente uma coluna que traga opções diárias de eventos gratuitos. Eu sou muito a favor da vida social, pois tê-la regularmente nos inspira, cria redes e abre novos horizontes. A cultura enriquece. Conhecemos bem o caminho que a ignorância nos leva. Por isso não se deixe abater se a crise bateu à sua porta. Vem comigo que vou te dar boas opções para querer sair de casa para se inspirar e acreditar que, sim, o Brasil ainda pode ser um país incrível. 🙂

Para a primeira edição eu preparei um conteúdo mais aprofundado, trazendo lugares que valem a pena a visita sempre e dias em que museus têm entrada gratuita. A partir da próxima semana apresentarei um apanhado de eventos semanais e publicarei o guia às segundas-feiras.

Programação em cartaz

Lisa Fonssagrives por Irving Penn, que está com exposiçõa no IMS.
Lisa Fonssagrives por Irving Penn, que está com exposiçõa no IMS.

Reflexão sobre as mulheres e as tecnologias ocupam 35 unidades do Sesc em São Paulo e interior. A programação conta com oficinas, bate-papos, cursos e intervenções. Tem muita coisa imperdível!!!
As Mulheres e as Tecnologias. Até 30 de setembro. A programação é na maioria gratuita. 
Conferir programação completa aqui

Mostra de cinema trazendo um apanhado de filmes de monstros que tanto aterrorizaram o público. Além dos filmes, tem também bate-papo e oficinas.
Monstros no Cinema. Até 1 de outubro, sempre a partir das 9h. Gratuito. 
CCBB. Rua Álvares Penteado, 112, Centro.

Exposição “O Outro Trans-Atlântico” traz um breve momento da história no pós-guerra de artistas da Europa Oriental e América Latina que compartilharam  um entusiasmo por Arte Cinética e Op Art. A mostra foi organizada pelo Museu de Arte Moderna de Varsóvia.
Exposição O Outro Trans-Atlântico. Até 6 de outubro. Gratuito.
Sesc Pinheiros. Rua Paes Lemes, 195, Pinheiros.

O Cine Matilha apresenta uma programação bem variada com filmes cults, nacionais, internacionais e documentários. O local é pet friendly e a entrada é mediante 1kg de alimento não perecível, roupas, brinquedos, livros e produtos de higiene pessoal para crianças e adultos.
Cine Matilha. Até 13 de outubro. Sessões em horários diversos. Conferir a programação aqui.
Matilha Cultural. Rua Rego Freitas, 542, próximo à Praça Roosevelt.

Exposição multimídia apresentando depoimentos protagonistas de lutas contra preconceitos sociais.
Palavras Cruzadas: Lugares de Fala Contemporâneos. Até 18 de novembro. Gratuito.
Sesc Vila Mariana. Rua Pelotas, 141, Vila Mariana.

Exposição apresenta retrospectiva e homenagem aos 100 anos de nascimento do fotógrafo norte-americano Irving Penn. A programação conta com uma agenda gratuita de oficinas diversas.
Irving Penn: Centenário. Até 18 de novembro. Gratuito. 
Instituto Moreira Salles. Av. Paulista, 2424 – Galerias 2 e 3.

A 33ª Bienal de Artes de São Paulo está com uma programação diversa prevista até dezembro. Tem oficinas, bate-papos, visitas guiadas. É só ficar de olho na página de eventos da Bienal no facebook. Vale a pena lembrar que a Bienal também tem acesso gratuito.
33ª Bienal de Artes de São Paulo. Até 9 de dezembro. Gratuito. 
Pavilhão da Bienal. Parque Ibirapuera.

Exposição apresenta 50 anos de carreira do fotógrafo Bob Wolfenson.
Bob Wolfenson: retratos. Até 9 de dezembro. Gratuito.
Espaço Cultural Porto Seguro. Alameda Barão de Piracicaba, 610, Campos Elíseos.

De 26 a 30 de setembro

Quinta-feira


Show de lançamento do álbum “piscinas vazias iluminadas” da banda gaúcha Musa Híbrida. O lugar onde o show acontece é um espetáculo a parte, o Centro da Terra.
Musa Híbrida. Quinta-feira (27.09), às 20h. Gratuito.
Centro da Terra. Rua Piracuama, 19, Perdizes.

Sexta-feira

workshop sobre como criar um remix na sexta no DME - CCSP. Foto: divulgação
L_cio dará um workshop sobre como criar um remix na sexta no DME – CCSP. Foto: divulgação

Nesta sexta-feira será lançado o “Caderno Globo: Entre Dados” com um evento com debates sobre Cidadania Digital, Rastros e Dados, Computação sem Caô, entre outros. A programação está bem interessante. Se você curte dados e tecnologia, vale a pena conferir.
Entre Dados. Sexta-feira (28.09), das 9 às 13h. Gratuito mediante inscrição.
OCA. Pavilhão Lucas Nogueira Garcez, Parque do Ibirapuera.

Quer saber como nasce um remix? O L_cio vai mostrar. Quer saber mais sobre a história do DJ no Brasil? A Claudia Assef (Todo DJ Já Sambou) vai contar. Quer saber como anda a cena de mulheres na música eletrônica? Um time incrível de DJs vai debater a respeito. E as festas nas ruas, como andam? Um peso pesado de produtores vai discutir. E tá na hora de falar também sobre Redução de Danos, não? Vai ter também.
Dia da Música Eletrônica SP | Workshops + Debates. Sexta-feira (28.09), das 16 às 22h. Gratuito.
Centro Cultural São Paulo. Rua Vergueiro, 1.000 (metrô Paraíso ou Vergueiro)

A revista de fotografia Zum promove um festival com debates, exposições, oficinas, palestras. Se você ama fotografia, não deixe de ir.
Festival Zum. De Sexta (28.09) a domingo (30.09), diversos horários. Gratuito.
Instituto Moreira Salles. Av. Paulista, 2424

Festinha de house na simpática casa do MECA.
MECA convida: Tomahaus. Sexta-feira (28.09), das 20 às 0h. Gratuito.
Rua Artur de Azevedo, 499, Pinheiros.

Sábado

Ilú Obá de Min se apresenta no Festival de Artes Performáticas. Foto: Lalai Persson
Ilú Obá de Min se apresenta no Festival de Artes Performáticas. Foto: Lalai Persso

Festival de artes performáticas apresenta live painting, dança, circo, video mapping, comida, música com Bloco Circo Jazz, Ilú Obá de Min. A programação está uma delícia e acontece no belo Parque Burle Marx.
Festival de Artes Performáticas. Sábado (29.09) e domingo (30.09), das 10 às 21h. Gratuito.
Parque Burle Marx. Avenida Dona Helena Pereira de Moraes – Parque do Morumbi
Celebrando Cuba com comida e música.
Dia de Cuba. Sábado (29.09), das 12 às 22h. Gratuito.
Centro Cultural Butantã. Av. Corifeu de Azevedo Marques, 1882, Butantã.

Celebração da arte do videoclipe com exibição de videoclipes em telas de cinema, talks com músicos e diretores, estreias de filmes, realidade virtual, pocket shows, etc. A lista de artistas participantes é peso pesado contando com nomes como Criolo, Xênia França, Jaloo, Karol Conka, Luedji Luna, Emicida, entre outros.
Music Video Festival 2018. Sábado (29.09) e domingo (30.09), das 13 às 22h. Gratuito.
Museu da Imagem e do Som – MIS. Av. Europa, 158, Jardim Europa.

Encontro do MSTC para discutir o direito à moradia, intervenção artística, democracia.
O Povo Pode. Sábado (29.09) e domingo (30.09), das 13 às 22h.
Rua Álvaro de Carvalho, República.

Mostra de filmes que contam a história da música eletrônica no Brasil.
Mostra de Filmes de Música Eletrônica BR. Sábado (29.09), das 14 às 22h. Gratuito.
Cine Olido. Av. São João, 473, Centro.

A Banca Tatuí está inaugurando um novo espaço com livraria e espaço para cursos. Para a inauguração preparou uma tarde de festa com show, projeção e discotecagem. No domingo rola clube de leitura.
Inauguração da Sala Tatuí. Sábado (29.09), das 14 às 20h40. Gratuito.
Rua Barão de Tatuí, 302, Santa Cecília.

Festival na praça só com bandas formadas por minas. Rola jam, shows e exposições.
Festival Porta Maldita. Sábado (29.09), a partir das 14h. Gratuito.
Praça Homero Silva, Perdizes.

O Clube Negrita incentiva a leitura de escritoras e escritores negros através de leitura em coletivo. A próxima edição conta com a escritora negra-guardalupenha Maryse Condé com sua obra “Eu, Tituba, Feiticeira… Negra de Salem”.
Clube Negrita #9 Maryse Condé. Sábado (29.09), às 15h. Gratuito.
Tapera Taperá. Av. São Luís, 187 – 2º andar – cj. 29 – Galeria Metrópole, Centro.

O DJ Mau Mau tira do case seu repertório de clássicos para embalar a pista do Mirante 9 de Julho.
Stay Free Disco. Sábado (29.09), das 15 às 21h. Gratuito.
Mirante 9 de Julho. Praça Luis Comenale, s/nº (atrás do Masp)

Uma das festas de techno mais legais da cidade ao ar livre. Quem resiste ao som do Casal Belalugosi?
Vampire Haus. Sábado (29.08), das 18 às 8h do domingo.
Local a confirmar no dia do evento no facebook. 

Festa pra quem quer virar a madrugada dançando synthpop, darkwave, electro, techno.
Blum: me lambe. Sábado (29.08), das 23h55 às 9h30. Gratuito.
Suzi in Transe. Rua da Figueira, 611, Pedro II.

Domingo

Encerramento do Dia da Música Eletrônica de SP. Foto: André Ligeiro
Encerramento do Dia da Música Eletrônica de SP. Foto: André Ligeiro

Jazz na rua acompanhado de comida, artesanato, performances. Esta é a 12ª edição do festival de jazz da Pompéia.
12º Deu Jazz na Pompeia. Domingo (30.09), das 10 às 22h. Gratuito.
Rua Ministro Ferreira Alves, Perdizes.

A banda recifense Mundo Livre S/A lançou um novo disco após sete anos. “A dança dos não famosos” é composto por 12 faixas e traz uma sonoridade mais agressiva e experimental, porém colocando todo mundo pra dançar.
Show Mundo Livre S/A. Sábado (29.09), às 18h. Gratuito, não terá retirada de ingressos
Sesc Parque Dom Pedro II. Praça São Vito, s/nº, Brás

Quer conhecer a história da música eletrônica de São Paulo através de uma seleção de DJs que marcaram época na cidade? São 30 anos contados durante o domingo todo.
Dia da Música Eletrônica | São Paulo na Pista. Domingo (30.09), a partir das 11h. Gratuito.
Largo da Batata.

O techno invade a Av. Paulista.
Underground Movement – SP & Techno de Rua. Domingo (30.09), das 13 às 18h. Gratuito.
Av. Paulista na altura do 2150.

Se a sua onda são batidas tropicais e brasilidade, a sua festa é essa.
Calefação Tropicaos. Domingo (30.09), das 15 às 23h. Gratuito.
Casa das Caldeiras. Av. Francisco Matarazzo, 2000 – Água Branca.

Para que é do forró e adora Alceu Valença, a chance é essa.
Show Alceu Valença. Domingo (30.09), das 20 às 23h. Gratuito.
Vale do Anhangabaú.

Lugares para ir sempre

Biblioteca Mário de Andrade está com uma programação cultural linda de chorar. Tem curso básico de fotografia (29.09, 1 e 8.10); tem feira de troca de livros (tá aí uma boa se você está precisando dar uma renovada na biblioteca, mas não está podendo gastar com livros). Além disso tudo, tem preparatório para vestibular, curso sobre arte contemporânea brasileira, curso de literatura e artes visuais e um curso bem caprichado sobre produção cultural (fica a dica para quem está em busca de uma nova área de atuação). Dá uma conferida na programação completa nos eventos no facebook.

Centro Cultural São Paulo também tem impressionado na sua programação. Algumas são pagas (valores geralmente simbólicos), mas tem bastante coisa gratuita. Tem também leitura de livros para o vestibular, aula de yoga (toda quinta às 15h), além da exposição “Arte tem gênero? Mulheres na coleção de arte da cidade” (até 14.10).

Instituto Moreira Salles abriga várias exposições, debates, oficinas e uma ótima biblioteca com wi-fi. Tudo com acesso gratuito e, de quebra, oferece uma bela vista da Av. Paulista.

Já na outra ponta da avenida, o Itaú Cultural é outro espaço que tem sempre uma programação bem diversificada e interessante com exposições, shows, encontros, debates, workshops, também tudo gratuito.
Aos interessados em temas relacionados à tecnologia, inteligência artificial, dados, marketing digital, blockchain e afins, a Inovabra tem uma agenda bem intensa de palestras e workshops. A programação é gratuita. É uma boa opção para se atualizar no mercado.

Dias gratuitos para visitar museus

Masp – Museu de Arte de São Paulo
Av. Paulista, 1578
Entrada livre às terças, das 10 às 20h (entrada até 19h30), e quartas, das 10 às 18h (entrada até às 17h30)

Pinacoteca de São Paulo
Praça da Luz, 2. 
Entrada gratuita aos sábados, das 10 às 17h30. A Pina Estação está temporariamente gratuita todos os dias.

MAM – Museu de Arte Moderna de São Paulo
Rua Pedro Álvares Cabral, s/nº, Parque do Ibirapuera
Entrada gratuita aos sábados, das 10 às 18h.

MAC USP – Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo
Av. Pedro Álvares Cabral, 1301.
Terça a domingo, das 10 às 21h. Entrada gratuita.
*Foto destaque: Renato Cohen, Mau Mau e Anderson Noise, que encerram o Dia da Música Eletrônica de São Paulo no próximo domingo. 

3 thoughts on “Eventos gratuitos em São Paulo para driblar a crise

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *