Rapidinhas SP24hrs: Tokyo traz a inspiração japonesa para São Paulo

Um edifício de nove andares reunindo num lugar só clube, karaokê, restaurante, bar e espaços para economia criativa abriu suas portas ontem para convidados em São Paulo. A nova casa Tokyo 東 京 se inspirou na verticalização cultural e urbana da capital japonesa, além de também trazer junto toda a cultura pop que a permeia.

foto: Caio Cruz
foto: Caio Cruz

Tokyo promete um novo ponto de encontro da vida paulistana com o centro de São Paulo. Idealizado pelos sócios Junior Passini e Fábio Balestro após uma viagem ao Japão, o edifício da rua Major Sertório 110, é um prédio modernista, projetado pelo arquiteto Oswaldo Bratke, em 1949 e tombado pelo governo paulista.

Uma reforma no local de importância histórica ganhou nova roupagem nas mãos do escritório MM18 Arquitetura (os mesmos que fizeram o projeto visual do Mirante 9 de Julho e o Lions).

Na infraestrutura, o espaço oferece cinco andares que funcionarão para economia criativa (ainda não detalhado) para empresas e iniciativas relacionadas a temáticas culturais, como design, música, fotografia, teatro, cinema, tatuagem, arquitetura, pintura, instalações e experimentações. No sexto andar, tem um karaokê lounge bar, com palco e telão para grandes grupos de até 40 pessoas.

No sétimo são três salas (com capacidade para até 20 pessoas cada) batizadas com nomes de bairros da capital japonesa: Shibuya, Akihabara e Roppongi oferecem uma experiência mais íntima para beber e cantar.

No oitavo andar um restaurante que funde as culturas oriental e ocidental, traz um cardápio com pratos como ceviche, lamen, yakitori (espetinhos orientais), pho e karaguês (sempre com as opções veganas) com preços variando entre R$ 10 e R$ 50. Entre os drinks, clássicos e autorais inspirados no universo japonês custando entre R$ 10 e R$ 40. A cozinha é comandada pelo chef Atusi Kohara.

O espaço tem um desafio ao chegar nesse novo momento do centro de São Paulo (após toda a discussão sobre os prédios abandonados). Na inauguração ontem mostrou seu potencial, mas ainda falta melhorar a dinâmica de deslocamento entre os andares, pois apenas um elevador (com capacidade para cinco pessoas) funcionou, deixando a estreita escada de incêndio como principal via de acesso entre os ambientes.

Na abertura somente a pista no terraço estava aberta, mas conseguimos espiar a área do restaurante e do karaokê, que surpreendeu por fugir do estereótipo que esperávamos encontrar por lá. A MM18 acertou em cheio em trazer um toque futurista com grandes influências em filmes como “Blade Runner”, de Ridley Scott, as cores neon de “Enter the Void”, dirigido por Gaspar Noé e os cenários de “Encontros e Desencontros”, da diretora Sofia Coppola.

Hoje as portas abrem para o público em geral, mas recomendamos chegar cedo para não ficar de fora. A proposta da casa é ter uma programação bem diversificada. Só nesse primeiro fim de semana de soft opening teremos Trepanado (Selvagem) e Gui Scott (Gop Tun) na sexta (11) , MC Tha e Tahira no sábado (12) e a Pilantragi no domingo (13).

A nossa aposta é que a Tokyo 東 京 vai dar bastante o que falar e vai ser facilmente um dos queridinhos da temporada.

 Tokyo 東 京
@ Rua Major Sertório, 110 – Vila Buarque, São Paulo SP

Capacidade: 370 pessoas
Valores: R$ 15 a R$ 40
Horário: De 18h às 6h

*Foto Destaque: André Aloi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *