Queridinhos de São Paulo em 2017: os preferidos dos amigos

Todo fim de ano a gente relembra os nossos lugares preferidos aqui da equipe do SP24hrs, os espaços novos ou não que mais frequentamos nos últimos 12 meses. Dessa vez, além dos nossos queridinhos, resolvemos perguntar pra outras pessoas também!

Escolhemos 10 amigos, entre empresários, jornalistas, artistas, DJs, comilões e baladeiros em geral, ou seja, pessoas que amam São Paulo e vivem a cidade intensamente, para contar pra gente qual seu lugar preferido atualmente por aqui. Vale lugar novo ou velho, desde que seja realmente seu queridinho do ano.

E você, qual o seu lugar queridinho de 2017?

Facundo Guerra (empreendedor e sócio do Grupo Vegas)

21436100_1266126910164140_4557738458935721984_n
Foto: Facundo Guerra

Sesc 24 de Maio. Acho que foi uma grande conquista pro centro da cidade. A programação tá foda, aquela piscina é uma alucinação de legal, o lugar atende a todas as classes sociais. O Sesc 24 de Maio virou meu lugar predileto em São Paulo”.

Sesc 24 de Maio. Rua 24 de Maio, 109, Centro
Terça a sábado 9h às 21h, domingo e feriado 9h às 18h

Iaco Viana (artista visual)

Foto: @tavapassando
Foto: @tavapassando

“Meu lugar preferido é o centro da cidade, principalmente andando a pé. Meus preferidos nesta região são o Mandíbula, o Alberta #3, Boteco Pratododia, Minhocão, Jardin Cafeteria (foto), Jhonny’s, Ocuparte e muitos outros!”

Mandíbula, Alberta #3, Boteco Pratododia, Minhocão, Jardin Cafeteria, Jhonnys e Ocuparte.

Cris Naumovs (diretora de criação da revista Cosmopolitan e animadora de pistas)

Foto: divulgação
Foto: divulgação

“Meu lugar predileto do ano é Apothek Cocktails & Co., bar do Alê D’Agostino, que, pra mim, prepara os melhores drinks da cidade. Você chega naquele balcão pequenininho, bate um papo e ele te prepara o drink que esquenta a alma. Não tem erro!”

Apothek Cocktails & Co. Rua Oscar Freire, 2221, Pinheiros
Quintas e sextas  das 19 à 1h.

Mayra Maldjian (DJ do Rimas & Melodias)

kof
Foto: Divulgação

“Sempre procuro por boas cafeterias perto dos lugares que vou no dia a dia. Entre idas e vindas de reuniões de trampo e sessões de terapia, o KOF, ali na Artur de Azevedo, em Pinheiros, está sempre na minha rota e acabou se tornando o lugar que eu mais frequentei em 2017. Comecei a marcar algumas reuniões e encontrinhos com amigos por lá, mas também curto muito ir sozinha pra dar aquela desacelerada – tomar café pra mim é tipo um ritual espiritual. Sou muito fã do coado e do cookie de baunilha (recém-saído do forno, então, afe!)”

KOF – King of the Fork. Rua Artur de Azevedo, 1317, Pinheiros
De segunda a sexta das 9h às 20h e domingo das 9h às 18h

Apólinário (dono da porra toda na Cemfreio)

helipa

“Baile do Helipa, um fluxo repleto de gente e cheio de nuances, onde o funk cria o bastião entre a dominação de espaços públicos, interferências sonoras periféricas na arquitetura espacial e, claro, celebração da cultura afro-brasileira sem deslocamentos até o centro da cidade! Sem contar que foram os primeiros a meter o Fluxo LGBTQI+ (e vai ter um Fluxo Drag!)”

Baile do Helipa.
Fique ligado na página para saber quando será o próximo!

Luciana Obniski (sócia do Kraut)

Foto: divulgação
Foto: divulgação

“Meu lugar preferido de 2017 foi a padaria recém inaugurada em Higienópolis, a Fabrique. Não só porque padaria tem que ser perto de casa, e eu moro na Santa Cecília, mas porque ela é pequena e totalmente artesanal. Faz anos que a industrialização das padarias me incomoda demais. Tem coisa mais irritante do que pedir um pão de queijo e ter certeza que ele foi feito de uma mistura em pó? Numa PADARIA? Pois. Lá na Fabrique não existe a menor possibilidade de tudo que chega à mesa não ser fresco e bem feito. Ganhou meu coração. <3”

Fabrique Pão e Café. Rua Itacolomi, 612, Higienópolis
Todos os dias das 7h às 21h (domingo a partir das 7:30)

Luiza Fecarotta (jornalista de gastronomia da Folha de São Paulo)

18948240_1378028198947265_4536417240550998016_n
Foto: @pedrofrade_

“Estar a poucos passos do Mercado de Pinheiros levou-me mais à cozinha neste 2017. É uma alegria comprar peixes impecavelmente porcionados na peixaria Nossa Senhora de Fátima, que ainda reserva as cabeças para fazermos caldos ricos, do zero. A gente também encontra uma farinha d’água de Bragança, amarelinha e crocante, produzida por um senhor de mais de setenta anos, numa casa pequenina no interior do Pará, que conversa com seu Manival ao longo do cultivo (“estou te alimentando agora, diz ele, para que depois você me alimente”) e cuida de todo o processo pessoalmente, desde seus oito anos. Dá para achar castanha de baru, coletada no cerrado, sob sol escaldante, quebrada uma a uma na foice, e ainda fazer uma parada para fisgar alguma coisa ali mesmo. Eis, por exemplo, os vibrantes ceviches de Checho Gonzales, na Comedoria, e uma amostra da cozinha sertaneja de Rodrigo Oliveira, do Mocotó.”

Mercado Municipal de Pinheiros. Rua Pedro Cristi, 89, Pinheiros
Segunda a sábado das 8h às 18h

Renata Simões (jornalista e apresentadora)

20583296_877701015717051_868152081821728768_n
Foto: @tavapassando

“Conheci o Mica no começo de 2017, num almoço que começou com cinco pessoas e terminou com dez pessoas na mesa. O lugar ganhou meu coração pelo conjunto da obra: a versatilidade de sentar em bando na calçada ou de dois no balcão, a cozinha de lamber os beiços, os drinks e a garrafa de soju já são motivos pra figurar na lista dos melhores do ano. Aí tem a qualidade do serviço, a localização e a sensação de que dá para ir a qualquer hora do dia, que o lugar se adequa ao seu estado de espírito.”

Mica. Rua Guaicui, 33, Pinheiros
De terça a domingo das 12h às 23h45

Akin Deckard (DJ da Metanol e curador musical)

takko
foto: @batista.alex

“Meu lugar preferido de 2017 foi definitivamente o Takkø Café, conhecido anteriormente como Beluga. Minha rotina diária é muito irregular, onde passo noites seguidas tocando e dias a fio trabalhando em projetos específicos. Sempre que me vejo imerso em muita correria, o Takkø costuma ser meu destino de escolha pra um respiro, seja pra trabalho ou pra descanso. Recentemente eles abriram uma unidade nova na Vila Madalena, anexa do espaço Pico, mas costumo ir com mais frequência na unidade da Vila Buarque, na Dr. Cesário Mota Jr. O café, sempre tirado com esmero pelo Flávio, Rodolfo e seus incríveis baristas, cai bem a qualquer hora com os sanduíches, salgados e doces vendidos por lá. Nos dias de calor, nunca deixo de pedir o espresso tônica, meu preferido da cidade.”

Takkø Café.
Rua Doutor Cesário Mota Júnior, 379, Santa Cecília
De segunda a sábado das 9h às 19h
Rua Fidalga, 98, Vila Madalena
De segunda a sábado das 9h às 17h

Rubens Kato (fotógrafo)

Foto: @kato78
Foto: @kato78

“Guarita. Nessa típica casa de bairro com chão de caquinhos você experimenta uma coquetelaria de alto nível que vai desde um complexo vieux carré até um brasileiríssimo rabo de galo, a melhor caipirinha da vida, com cachaça de qualidade, limão e açúcar na medida certa, um belo exemplar de bolovo com carne moída temperada envolvendo como um abraço um ovo com gema mole ou a pizza de barriga de porco e coentro, com massa de fermentação natural para se comer com a mão. O Guarita é tipo festa na casa de alguém. Ideal para ir com amigos, encontrar amigos e fazer amigos.

Guarita Bar. Rua Simão Álvares, 952, Vila Madalena
Terça a quinta das 18h às 1h30, sexta das 18h às 3h, sábado das 17h às 3h, domingo das 17h à 0h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *