O melhor do Minhocão: em cima e embaixo

O Minhocão é hoje, ao mesmo tempo, um dos lugares mais queridos e polêmicos de São Paulo. Mesmo fechando pra carros aos domingos há 20 anos, não faz tanto tempo assim que ele ganhou a cara que tem hoje: de ocupação, de arte, de intervenções, de bike, de ponto de encontro de famílias, amigos, cachorros e de quem mais quiser chegar! O debate sobre sua demolição, transformação em parque ou permanência como via de carros está longe de chegar a um consenso e ainda vai dar muito pano pra manga. Enquanto isso, vamos aproveitando tudo que o clássico elevado oferece, por cima e por baixo, lembrando das regrinhas básicas de convivência: recolha seu lixo, respeite os moradores do entorno e também os outros usuários do espaço.

Em cima do Minhocão

Esparrama pela janela

Foto: Mistura Urbana
Foto: Mistura Urbana

O Esparrama é facilmente uma das coisas mais legais de São Paulo, pra crianças e para adultos. Em 2013, um grupo de artistas resolveu abrir uma janela, com vista privilegiada para o Minhocão, e transformá-la em palco. Com várias linguagens artísticas – e explorando todas as possibilidades e limitações de uma janela – passam por lá teatro de bonecos, dança, circo e artes plásticas, além de bate-papos entre convidados e o público – sentado na rua uns 10 metros à frente. De lá pra cá, o Esparrama cresceu, ganhou prêmios, multiplicou seu público e continua criando temporadas deliciosas e que simbolizam o melhor de São Paulo e de sua possibilidade de se reinventar.

Esparrama pela Janela. Acompanhe a programação através da página do Grupo Esparrama

Yoga

Foto: Avener Prado/Folhapress
Foto: Avener Prado/Folhapress

Não é bem um lugar específico, mas mais um conjunto de iniciativas que mostra as inúmeras possibilidades do Minhocão aberto para as pessoas. O grupo Yoga no Minhocão, entre outros, marca encontros abertos entre interessados, com contribuição aula a aula, em vários horários. Eles têm aulas inclusive à noite, desafiando o medo que muita gente tem de andar por ali.

Yoga no Minhocão. Aulas previstas para dias 07 e 09 de maio. 

Minhocães

Foto: Cris Berger
Foto: Cris Berger

Os cachorros são parte da paisagem quando o Minhocão fica aberto para pedestres: ele vira uma grande passarela para os bichos brincarem, se exercitarem e interagirem com os vizinhos. O grupo Minhocães é formado por uma galera que resolveu se encontrar todos os dias no elevado para socializar tantos os cachorros quanto os donos. O grupo diz que “é a favor da utilização e ocupação do espaço público a partir de ações independentes que priorizam a qualidade de vida dos moradores (humanos e animais) vizinhos ao Minhocão”. Se quiser colar com eles, os encontros são de segunda a sexta, próximos das entradas na Santa Cecília, logo que o Minhocão abre para pedestres.

Minhocães. De segunda a sexta, a partir das 21h30.
Nas rampas de acesso ao Minhocão, na Santa Cecília. 

Sala de Estar do Minhocão

Foto: Giz Brasil
Foto: Giz Brasil

Felipe Morozini, além de um dos artistas mais falados – e instagramados – dessa geração, é diretor da Associação Parque Minhocão, e está sempre inventando jeitos de valorizar e fazer o nosso amado elevado aparecer na mídia. Uma delas é a sala de estar que ele monta esporadicamente desde 2015, com sofás, poltronas e tapetes pra transformar o Minhocão literalmente em um espaço de lazer, esportes e expressão cultural e artística.

Associação Parque Minhocão

Embaixo do Minhocão

Brioche Brasil

12376480_1499115033726378_1653131077067351583_n
Foto: Brioche Brasil

Sabia que lá no final do Minhocão tem uma padaria francesa escondida? A Brioche Brasil já existe há alguns anos, mas funcionava só com encomendas para restaurantes, hotéis e festas, sem atendimento ao público. Eles notaram a demanda e resolveram abrir as portas em alguns horários – em um esquema bem caseiro: passou, viu o que tem disponível, levou pra casa. E vale muito a pena: croissants levíssimos, croque monsieur, pain au chocolat e outras delícias que você não encontra em todo canto. Tudo muito saboroso e com gostinho de Paris.

Brioche Brasil. De terça a sexta das 9h às 16h e sabados das 8h30 às 14h.
Rua das Perdizes, 25, Barra Funda

Lojas de antiguidades e móveis antigos

img_5969

Essa não é novidade, todo mundo sabe que o pedaço da Avenida São João embaixo do Minhocão é um dos melhores lugares da cidade pra garimpar móveis antigos e todo tipo de badulaques de decoração. Não são tantas lojas que valem a pena, mas as que valem parecem saídas de outros tempos – e outros mundos. De poltronas coloridas, mesas modernistas, estantes antigas, penteadeiras dignas de princesa, a lustres, vinis, bicicletas, vitrolas, espelhos, quadros e brinquedos, tem de tudo pra quem quer decorar a casa de um jeito diferente – e nada escandinavo.

São várias lojas para você garimpar, todas elas na Avenida São João, entre as ruas Martim Francisco e Albuquerque Lins. 

Amigo Leal

amigo-leal

O Amigo Leal é daqueles bares que já viveu dias com mais badalação, mas nem por isso deixou de ser um ponto de encontro legal para um chopp com colarinho perfeito e uns petiscos no centro. Com clima de antigamente e garçons que estão lá há anos, dá pra se esbaldar em pratos alemães como Eisbein e Kassler, além do convidativo “Doideira alemã”, que tem joelho de porco frito com doritos e molho de repolho roxo. Perfeito pra happy hours com uma mesa grande de amigos leais.

Amigo Leal. De terça a sexta das 16h às 0h, sábado das 11h às 0h e domingo das 11h às 16h.
Rua Amaral Gurgel, 165, Vila Buarque

 

Foto de capa: Rodrigo MCV

Save

Save

Save

Save

Save

Save

Save

Save

Tava Passando

Tavapassando e cliquei. Danilo Cabral e Flavia Lacerda registram seu dia a dia e todos os lugares por onde estão passando, em um mini-guia de shows, restaurantes, ruas e pixos no Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *