Desbravando a Liverpool brasileira: um guia rápido da Pompeia

Vila Pompeia surgiu em 1910, com o loteamento que dividiu as chácaras do bairro. Para o nome existem duas teorias: uma é que vem de Aretusa Pompeia, esposa do dono da Companhia Urbana e Predial, Rodolpho Miranda. A outra é que vem de uma promessa ao Santuário da Pompeia, na Itália. O que se sabe porém é que logo depois da sua criação, um complexo das Indústrias Matarazzo foi inaugurado no bairro, que atraiu dessa forma operários imigrantes para trabalhar por lá.

Nos anos 60, a Pompeia estava fervendo com música. Foi ali, que os irmãos Sérgio Dias e Arnaldo Baptista se juntaram a Rita Lee e formaram Os Mutantes. Também foram formadas por ali as bandas Tutti Fruti e Made in Brazil, o que levou o bairro a ganhar o apelido de Liverpool brasileira. A Pompeia é responsável também pelos primeiros shows punks do país. Foi no festival “O começo do fim do mundo” que bandas como Ratos do Porão, Olho Seco, Cólera e Inocentes se apresentaram pela primeira vez para um grande público.

É claro que com toda essa história, o bairro ferve em boemia e gastronomia. A Pompeia aliás se tornou o grande polo de cerveja artesanal de São Paulo, fazendo inveja a todo mundo que não mora por lá. Quer saber o que mais tem pelo bairro? A gente fez esse guia rápido do que mais gostamos. E aceitamos sugestões nos comentários!

Pie in the Sky

Lugar tipicamente inglês, com cervejas, hambúrguer e tortas. O simpático dono Ryk é quem faz todo o cardápio, e o cara se preocupa bastante em deixar tudo o mais fiel possível a sua terra natal. Tanto que a famosa Shepherd’s Pie não está no cardápio pela dificuldade de encontrar um bom fornecedor de carne de cordeiro. Mas a torta de rim com molho gravy compensa.

Pie in the Sky
Rua Tucuna, 350
Fechado às segundas. Terça, das 19h às 23h; Quarta, das 18h às 23h; Quinta, das 12:30h às 15:30 e das 18h às 23h; Sexta das 18h às 23:45h; Sábado, das 12h às 23:45h e domingo das 12h às 16h

Capitão Barley

Capitão Barley. Foto: Reprodução
Capitão Barley. Foto: Reprodução

Um dos bares mais legais – e despretensiosos – de cerveja artesanal de São Paulo, começou como uma garagem e foi para esse local alguns anos depois. São 10 torneiras de chopp e muitas opções na garrafa. Tem evento cervejeiro lá sempre, como lançamento de novos rótulos, e às segundas e terças rolam promoções.

Capitão Barley
Rua Cotoxó, 516
De segunda a sexta, das 17h às 00h; Sábado, das 12h às 00; e domingo, das 14h às 22h

Sesc Pompeia

Sesc Pompeia - Foto: Paulisson Miura
Sesc Pompeia – Foto: Paulisson Miura

Um dos Sescs mais legais da cidade fica na região, o Sesc Pompeia. A programação por lá é sempre impecável, bons shows, ótimas exposições e outras atividades. Além disso, o lugar é lindo e uma delícia. Foi projetado pela Lina Bo Bardi, tem um bar-café com ótimos sanduíches – e sopa no inverno – e um restaurante para almoçar (aberto das 11:30h às 15h).

Sesc Pompeia
Rua Clelia, 93
Terça a sábado, das 9 às 22h; Domingo, das 9h às 20h

No Bones

No Bones. Foto: Reprodução
No Bones. Foto: Reprodução

O No Bones é o primeiro açougue vegano da cidade e falamos dele quando estava para abrir. No menu: uma boa variedade de hambúrgueres, espetinhos para churrasco, “costelinhas”, salsichas e salgados. Dá para sentar por lá, para tomar um café e uma cerveja e comer uma coxinha ou uma empadinha.

No Bones
Rua Caraíbas, 1243
De terça a sexta, das 9h às 18h; Sábado, das 10h às 14h

Cervejaria Ideal

Perdizes virou a meca da cerveja artesanal de São Paulo e a Cervejaria Ideal é um bom exemplo de boas cervejarias por ali. A casa tem 12 torneiras de chopp, garrafas e para quem quer provar um pouco de tudo, duas opções de samplers, com 5 copinhos cada.

Cervejaria Ideal
Rua Ministro Ferreira Alves, 203
De terça a sexta, das 18h às 1h; Sábado, das 12h às 1h

Pintar

Mesmo se sua veia artística não é das mais talentosas, é impossível não se encher de alegria quando entrar na Pintar Materias Artísticos. A loja tem de tudo: tintas, pinceis e aquarelas. A loja ainda tem cursos de aquarela, mosaico, pintura óleo acrílico e desenho de observação. E, escondidinho no fundo da loja, fica o Petí Gastronomia, aberto somente durante o almoço com um belo de um menu executivo por R$43,50.

Pintar Materiais Artísticos
Rua Cotoxó, 110
De segunda a sexta, das 9h às 18h; Sábado, das 10h às 15h

Allora! Vino e Birra

Allora Vino e Birra. Foto: Reprodução
Allora Vino e Birra. Foto: Reprodução

Perdizes ganhou no fim de 2016 um italiano para chamar de seu. Dos mesmos donos do Ciao! Vino e Birra no Paraíso, o lugar é simples e sem ostentação, com decoração lembrando as cantinas do bixiga. A culinária é regional italiana com boas opções de vinho e cerveja.

Allora Vino e Birra
Rua Apinajés, 597
De terça a quinta, das 18h às 23h; Sexta, das 18h às 23:45h; Sábado, das 12h às 23:45; e domingo, das 12h às 16h

Horta Comunitária na Vila Pompéia

A horta surgiu em 2013 com o objetivo de criar um espaço educador, onde diversas temáticas e técnicas são abordadas durante os encontros.

Horta Comunitária na Vila Pompéia
Rua Francisco Bayardo na esquina com a Rua Saramenha
Dia de encontro: Todo domingo, a partir das 15h

Vinoteca Paulistana

Apesar da Vinoteca ser também um bistrô, o que vale aqui é comprar vinho. Eles têm um ótimo custo-benefício, e o atendimento é ótimo e super atencioso.

Vinoteca Paulistana
Rua Ministro Ferreira Alves, 54
De terça a sábado, das 12h às 15h e das 19:30h às 23h

Pastelaria Brasileira

Melhor lugar para comer pastéis e salgados na região, com uma variedade imensa de sabores. Não deixe de experimentar também as esfihas. Cerveja gelada e barata.

Pastelaria Brasileira
Rua Palestra Itália, 513 (antiga rua Turiassu)
De segunda a sábado, das 9h às 22:30h

* Foto de capa: Paulisson Miura

Dani Valentin

Campineira que adotou São Paulo como cidade do coração. Botequeira e vegetariana, ela ama histórias curiosas e obscuras.

2 thoughts on “Desbravando a Liverpool brasileira: um guia rápido da Pompeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *