São Paulo vai virar a Meca do Street Art

Uma grande peregrinação de fãs de street vai seguir para Largo do Arouche neste final de semana. Nos próximos dias 23, 24 e 25 de outubro, São Paulo vai transpirar muita arte, movimentar artistas nacionais e internacionais em torno da street arte e transformar a região em uma galeria de arte a céu aberto.
Idealizado e organizado por Marcelo Pimentel e Marina Bortoluzzi, os nomes por trás do Instagrafite, Vera Santana, da DaTerra Produções Culturais, e pelo empresário Luan Cardoso, o O.bra Festival aterrissa na cidade trazendo grandes nomes da arte de rua, possibilitando o intercâmbio cultural entre os artistas, trazendo a valorização do artista de rua como muralista e ajudando na revitalização da cidade. Além de fomentar a economia criativa e aproximar a população, a ideia é tirar o estigma do artista de rua, muitas vezes marginalizado pela sociedade.

12004123_1595784404016550_1138052808001035860_n
Os nove artistas convidados receberam do festival liberdade para convidar para formar duplas outros nove artistas de sua escolha, de qualquer lugar do mundo, numa parceria inédita que segue um conceito de co-criação, desenvolvendo obras integradas inéditas. Nove duplas se formaram e oito delas produzirão fachadas de grande escala. São elas: INTI (Chile) e Alexis Diaz (Porto Rico); Jaz (Argentina) e Conor Harrington (Irlanda); Herakut (Alemanha) e M-City (Polônia); Aleksei e Waone Interesni Kazki (Ucrânia); Speto (Brasil) e Never 2501 (Itália); Tinho (Brasil) e Carlos Vergara(Brasil); Binho (Brasil) e Suiko (Japão); Vitché (Brasil) e Jan Kalab (República Tcheca). E retratando suas icônicas sombras, Herbert Baglione (Brasil), irá produzir um enorme painel de 100 metro quadrados.
Com uma curadoria baseada na história da arte de rua em São Paulo e do mundo, a estréia do festival homenageia os pioneiros desta arte, por terem levado a arte de rua até hoje e por inspirar uma infinita quantidade de futuros artistas. Inspiração pura.
12091451_1601925766735747_8208790067397902507_o
Além das intervenções das duplas, uma extensa programação vai se espalhar pela região do Arouche, com yoga na rua, palestras e workshops com artistas e profissionais renomados da street art, cinema ao livre, music jam sessions, dentre outras. Tudo gratuito.
Para conferir mais informações sobre o festival, acesse o site. Lá você conferir a programação completa e um pouco mais sobre os muralistas participantes. Importante lembrar que as inscrições para workshops e palestras devem ser feitas exclusivamente no site do Itaú Cultural.
 
Fotos: Divulgação / Fonte: Assessoria de Imprensa

One thought on “São Paulo vai virar a Meca do Street Art

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *