Rodando SP: Mooca

A Mooca é um dos bairros mais tradicionais de São Paulo e atualmente um dos mais interessantes, tanto gastronomicamente quanto culturalmente. Fundado somente 56 anos depois da descoberta do Brasil, na época era ocupado por índios que construíam suas habitações perto do Rio Tamanduateí. Hoje o bairro é constituído principalmente por descendentes de italianos, mas por lá encontram-se também muitos lituanos e croatas.

Arranjar coisa para fazer por lá é fácil: são tantas as opções que é impossível fazer tudo em um dia. Aqui a gente separou as melhores delas, entre restaurantes, bares e museus. Separamos também um roteirinho para um sábado feliz. Tem mais dicas? Compartilha com a gente nos comentários.

Para comer

DiCunto

dicunto

Surgiu em 1935, apenas como uma rotisseria nessa época, pelas mãos dos irmãos DiCunto. O local escolhido foi o mesmo no qual o pai havia fundado uma padaria em 1896. Hoje conta também com um restaurante além da padaria original: massas artesanais por um preço bem honesto, além de uma mesa recheada de antepastos. Os doces vendidos na padaria são de comer de joelhos, e se eu fosse você não perderia por nada a oportunidade de saborear o canolli – e levar alguns para casa.

Endereço: Rua Borges de Figueiredo, 61/103
Horários: Segunda a sexta das 12h às 16h00; Sábado e domingo das 12h às 16h30
Facebook

Pizzaria do Ângelo

Uma das pizzarias mais tradicionais, não só da Mooca, mas de São Paulo, a Pizzaria do Ângelo funciona desde o começo dos anos 70 e ainda mantém do ambiente da época. Sempre lotado, é provável pegar uma filinha por lá, mas nada preocupante. O molho de tomate feito por eles é uma delícia.

Endereço: Rua Sapucaia, 527
Horários: Toda semana, das 17:30 à 1h
Site

Esfiha Juventus

Desde 1967 no mesmo local, a Wanda e o Tamer Abrahão foram os responsáveis por trazer a cozinha árabe para a Mooca. Hoje, Wanda cuida do lugar com os dois filhos e oferece uma das melhores esfihas da cidade. Do ladinho do estádio do Juventus, é passagem obrigatória para quem vai passear pelo bairro.

Endereço: Rua Visconde de Laguna, 152
Horários: Todos os dias, das 10:30 às 23 h.
Site

Casa do Churros

IMG-20150506-WA0008

É impossível achar outro lugar na cidade com tanta variedade de churros como aqui. Além dos churros doces mais comuns, como doce de leite e nutella, o lugar tem ainda opções salgadas, como bacalhau, e as famosas rodas, estas da foto aí de cima, vendidas a 70 reais, a mais simples. O churro é feito na hora e por isso a massa é fresquinha e sequinha. Os preços porém não são os mais convidativos.

Endereço: Rua da Mooca, 3135
Horários: De terça a quinta, das 15h às 22h; Sexta, das 15h às 22h30; Sábado e domingo, das 14h30 às 22h30

Para beber bons drinks

Cateto Artesanal

cateto

A carta de cerveja do Cateto é maravilhosa e vai fazer qualquer apreciador da bebida muito feliz. Além disso, para acompanhar várias opções de tábuas com queijos d’A Queijaria e frios da Pirineus. Peça uma e o garçom vai explicar tintim por tintim o que você está comendo. Chegando por lá, eles já trazem uma garrafa de água e uma porção de amendoins de cortesia – uma raridade hoje que eu adoro.

Endereço: Rua Fernando Falcão 810
Horários: Quarta a sexta, das 17 às 23hrs; Sábado e domingos, das 13 às 23hrs
Site

Bar do Elídio

Foto: Renato Salles
Foto: Renato Salles

Orgulho da Mooca, o bar foi fundado em 1959 pelo falante senhor Elídio que infelizmente faleceu em 2012. O bar então é gerenciado pelas 3 filhas, onde uma das maiores atrações são as mais de 40 camisetas de futebol autografadas pelas paredes do lugar – muitas delas pelo rei Pelé. A mesa de acepipes, com mais de 120 opções é sucesso.

Endereço: Rua Isabel Dias, 57
Horários: Terça e Quinta, a partir das 16:30 às 00:00; Quarta, a partir das 11:30 às 00:00; Sexta, a partir das 16:30 às 01:30; Sábado, a partir das 11:30 às 01:30; Domingos e Feriados, das 11:30hs às 18:00hs
Site

Para inspirar

Museu da Imigração

IMG-20150525-WA0003

O Museu da Imigração é lindo. Fica localizado no mesmo lugar que funcionava a Hospedaria dos Imigrantes, que recebeu mais de 2,5 milhões de pessoas de 70 nacionalidades até 1978. O prédio é todo renovado e possui um jardim incrível na frente. Ali dentro, depoimentos emocionantes das pessoas que chegaram por aqui para construir uma nova vida. Melhor: aos sábados é de graça.

Endereço: Rua Visconde de Parnaíba, 1316
Horários: Terça a sábado, das 9h às 17h; Domingo, das 10h às 17h; Quinzenalmente, às sextas-feiras, o museu fica aberto até as 21h (mas a bilheteria fecha às 20h)
Ingresso: R$ 6,00
Site

Passeio de Maria Fumaça

IMG-20150525-WA0011

Os passeios de Maria Fumaça na Mooca são feitos praticamente de hora em hora todo final de semana – e feriados. São dois vagões – um dos anos 20 e outro dos anos 50. O passeio é bem curto, são 25 minutos com a Maria Fumaça andando no máximo a 8 quilômetros por hora. Mas vale a contribuição: vários vagões antigos estão sendo restaurados graças ao dinheiro levantado nesse passeio.

Endereço: Rua Visconde de Paranaíba, 1253
Horários: Sábados, domingos e feriados, das 10:30 às 16h, com partidas aproximadamente de hora em hora
Ingresso: de R$ 15 a R$ 20, dependendo do vagão
Site

Biblioteca Affonso Taunay

Ocupando uma área de mais de 2 mil metros quadrados e com um acervo de dar inveja, a Biblioteca Affonso Taunay iniciou suas atividades em 54 e foi para o prédio onde se encontra até hoje em 1965. O patrono, Affonso Taunay, foi um dos maiores historiadores do país, sendo diretor de vários museus, incluindo o Museu do Ipiranga. Além dos livros, a biblioteca conta com toda uma programação cultural que vale a pena ficar de olho.

Endereço: Rua Taquari, 549
Horários: Segunda a sexta, das 9h às 18h; sábado das 9h às 16h
Site

Para comprar

Casarão do vinil

Os amantes de música não devem perder o Casarão do Vinil. Eles são responsáveis pelos eventos Feirão 1 milhão de LPs com a idéia é oferecer vinis com um bom custo para as pessoas – tanto que algumas edições tinham opções de 5 reais ou compre 1 e leve 2. São duas lojas: a da Rua dos Trilhos, focada nos vinis e outra na Rua da Mooca, com um acervo de milhares de livros.

Endereço: Rua dos Trilhos, 1212
Horários: Segunda a Domingo, das 9 às 18h
Site

Um sábado na Mooca

Quer conhecer a Mooca em um final de semana? Levante cedo e pegue o metrô até a estação Brás. Dali até o Museu do Imigrante é uma caminhada rápida de 10 minutos. Se quiser andar de Maria Fumaça, aproveite já antes de entrar no museu e compre seu ingresso. Perca um bom tempo por ali, seja dentro do museu ou aproveitando o jardim. Vá ao DiCunto para o almoço e aproveite para comprar algumas guloseimas na padaria. Ande até o estádio do Juventus para conhecer e parta para a rua Henrique Dantas, que tem as casas mais antigas por lá. Se preferir, vá comprar uns vinis no casarão do vinil. Termine sua noite no Cateto tomando uma boa cerveja.

* Todas as fotos desse post, tirando as com referência, foram tiradas pela Camilla Valentin

Dani Valentin

Campineira que adotou São Paulo como cidade do coração. Botequeira e vegetariana, ela ama histórias curiosas e obscuras.

2 thoughts on “Rodando SP: Mooca

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *